Se você é um Pastor ou um Líder de uma Congregação sabe que a cada ano são apresentados novos desafios para a sobrevivência das Igrejas. Administrar uma Igreja, seja ela de qualquer porte, é algo que exige organização e planejamento. O início do ano é uma ótima oportunidade para rever os processos de Gestão da Igreja. Este artigo pretende apresentar uma metodologia prática e ferramentas que podem auxiliar você na realização desse planejamento.

Entenda em qual momento a sua congregação:

Para realizar um planejamento efetivo o Líder da Igreja deve fazer um diagnóstico da sua congregação antes de traçar qualquer meta ou objetivo. Sem a realização desse diagnóstico todo o esforço das etapas seguintes pode ser em vão, uma vez que eles podem estar desconectados da sua realidade atual. Se por exemplo, o Pastor pula esta fase e já cria metas de mudar a sede para um prédio maior, mas a Igreja está passando por um cenário financeiro delicado, certamente, esse objetivo não vai ser concretizado e os esforços serão destinados em ações que não trarão resultados. Há ainda o risco de o seu funcionamento ser interrompido por falta de viabilidade financeira.

Para auxiliar a sua Igreja no diagnóstico do cenário atual nós preparamos ótimas dicas para você:

Alguns pontos fundamentais na análise de cenário da sua Igreja são:

Quantidade de membros:

Taxa de Crescimento(número de membros novos a cada ano em relação ao anterior)

Tamanho/capacidade da sede

Localização

Situação Financeira

Recursos Tecnológicos

Comunicação

Andamento dos Projetos

Recursos Humanos: quantidade de funcionários e voluntários

Se você está com dificuldades de obter as informações acima, o primeiro passo é repensar a administração da sua Igreja, pois talvez esteja faltando o registro das informações de forma sistemática e organizada. Sem essas informações os rumos da Igreja serão incertos. Portanto, é importante que os dirigentes se respondam às seguintes questões:

A Igreja está fazendo o registro financeiro?

Há um cadastro e acompanhamento de membros?

O balanço patrimonial está sendo realizados?

A Igreja possui um controle da lista de visitantes e da sua conversão?

Os projetos e Eventos realizados pela Igreja estão sendo registrados?

A agenda da Igreja é planejada seguindo uma lógica de programação?

A Igreja possui tem cuidado do contato com seus Membros?

Se a resposta para pelo menos 3 das perguntas acima foram negativas para sua Igreja, é importante considerar que na próxima etapa um dos objetivos da sua Igreja para o próximo ano será organizar a sua gestão.

Tendo essas informações em mãos podemos passar para a próxima etapa do planejamento que é a definição do rumo que se deseja para a Igreja.

Definição de Objetivos e Metas

Tendo realizado uma análise de cenário bem completo sobre a sua Igreja, agora é possível se definir para onde se deseja chegar. Antes de prosseguir, vamos começar deixando claro a diferença entre objetivos e metas, seguindo com alguns exemplos. Os objetivos são descrições qualitativas do que a Igreja pretende alcançar, ela contam de maneira mais abrangente onde a Igreja pretende chegar. As metas são definições em termos quantitativos e com determinação de prazo.

Exemplificando, podemos definir que o objetivo da Igreja é expandir a sua obra. As metas relacionadas a esses objetivos, poderiam ser fazer 200 batismos até o final de 2018, realizar x eventos por mês para convidados, etc. Ou seja, as metas podem ser mensuradas.

Esses objetivos e metas devem estar anotados no planejamento anual da Igreja. E devem ser sempre consultados para motivar e relembrar todos os envolvidos na sua realização. A equipe precisa estar motivada e em constante comunicação para ter sintonia com no alcance das metas.

Uma ferramenta excelente para essa etapa do planejamento é a 5W2W. Com ela você pode detalhar um plano de ação para o alcance das metas, definindo com clareza como cada atividade será realizada, os recursos que serão utilizados, a pessoa responsável e o prazo. Essa metodologia consiste em responder às 5 questões básicas:

5 W:

What (o que será feito?)

Why (por que será feito?)

Where (onde será feito?)

When (quando?)

Who (por quem será feito?)

2H:

How (como será feito?)

How much (quanto vai custar?)

Nós fizemos um modelo de planilha 5W2H para ajudar no seu planejamento. Para baixar a planilha é só clicar aqui.

Controle e avaliação

Após feito o planejamento ele deste estar acessível para consulta durante vários momentos. Ele deve ser o seu guia. De nada adianta realizar um planejamento completo se ele ficar perdido em alguma pasta do seu computador. Ele precisa ser compartilhados com os Líderes da sua Igreja. Nem todas as informações precisam ser compartilhadas com todos os Membros e Funcionários, mas você enquanto gestor pode fazer planejamento de ações separadas por departamento ou por níveis de administração (estratégico, tático, operacional). O importante é que a Igreja tenha um meio eficaz de se comunicar com os diferentes setores e acompanhar os feedbacks de cada etapa da administração.

O Pastor precisa ter uma visão geral de como está o funcionamento da Igreja. Deve ter o controle financeiro, acompanhar o cadastro e evolução dos membros, controlar o andamento de projetos e eventos. Sem esse controle não há como tomar as decisões corretas seja para reavaliar as metas e manter o crescimento da Igreja.

O Sistema Prover é um sistema complemento online de Gestão de Igrejas. Não é preciso instalar em um computador. Com ele é possível compartilhar todas as informações com Membros, Visitantes, Funcionário e demais Pastores da sua Igreja. Temos uma plataforma completa para o controle Financeiro, Cadastro de Membros e Visitantes, Gestão de Projetos e Eventos. Oferecemos um portal de comunicação e um aplicativo gratuito para todos os Membros.

A sua Igreja já fez o planejamento para 2018?
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Show Buttons
Hide Buttons