close

Sabemos que cuidar das finanças de uma igreja não é uma tarefa fácil. Existem diretrizes específicas para o orçamento da igreja que, se não forem seguidas corretamente, podem acabar com um ministério. Antes de definir o orçamento para igreja, você precisa estabelecer algumas diretrizes, além de metas, restrições, os responsáveis pelo setor. Sem isso, o orçamento de sua igreja será como um carro novo sem motor – ele tem todo o potencial do mundo, mas sem utilidade.

Se você precisa de ajuda para criar um orçamento eficaz para igreja. Confira este post.

Primeiro, vamos entender quais são as três principais diretrizes para criar um orçamento eficaz para sua igreja.

1. Estabeleça metas

Se você não tiver uma visão, nenhuma motivação ou planejamento no mundo poderá te ajudar ter sucesso. Será impossível.

Para manter um orçamento eficaz, você precisa definir metas.

Defina esses objetivos e deixe registrado em um documento.

2. Corte despesas

Depois de traçar as metas, é mais fácil cortar o que não faz sentido no orçamento da igreja. Basta verificar quais custos estão diminuindo sua capacidade de atingir sua meta e cortar esses custos.

Lembre-se: se você tem um chamado, tem objetivos.

E se você tem objetivos, precisará administrar os gastos.

3. Controle financeiro

O controle financeiro é basicamente, rastrear os recursos para garantir que eles estão sendo direcionados para o lugar certo. Em outras palavras, é garantir que alguém esteja sempre de olho em cada centavo.

Se você não faz isso, estará exposto ao roubo e ao comprometimento moral de seus objetivos. O melhor jeito de fazer isso é através do monitoramento constante de relatórios.

Por isso não improvise nos detalhes, evite usar planilhas e mais planilhas, porque assim você, com certeza, irá perder o controle.

Primeiro, defina uma equipe para este trabalho. Treine cada um para que estejam alinhados com o proposito central e metas da igreja.

Depois, invista em uma plataforma de gestão, assim você poderá acompanhar, de forma visual e intuitiva, o seu fluxo financeiro. Com a plataforma Prover, você gerencia sua igreja de um jeito super fácil e totalmente seguro. Além disso, contamos com um conjunto completo de ferramentas integradas que facilitam as contribuições na sua igreja.

Quero essa solução na minha igreja

Categorias de orçamento para igreja

Agora que você tem uma meta, sabe quais cortes precisa fazer e quem você vai colocar no comando das finanças, você pode começar a categorizar o orçamento.

Todas as entradas e saídas financeiras devem entrar em uma das categorias e algumas vão precisar mais atenção que outras.

No entanto, a porcentagem que sua igreja deve alocar para cada uma dessas categorias em seu orçamento, depende da sua situação e do processo de orçamento da igreja.

1. Renda

Esta categoria no orçamento da sua igreja representa todas as receitas financeiras que a igreja recebe.

Aqui, você deve separar as diferentes fontes de renda.

Os fundos doados para missões não podem ir para um novo prédio. E, os fundos dados ao ministério de missão não podem ir para o salário do pastor.

Mantenha todas as fontes de doações ao propósito para o qual foram dadas.

Uma forma de garantir isso é usar a plataforma Prover, para que as pessoas possam escolher para qual fundo da igreja elas doarão.

Com as contribuições inteligentes da Prover, você terá total segurança e controle do fluxo de caixa de sua igreja.

2. Pessoal

Essa categoria de orçamento da igreja inclui todos os salários, benefícios e bônus dados a qualquer funcionário da igreja.

E lembre-se que investir em uma plataforma de gestão para igrejas é uma das maneiras mais rápidas de aumentar a qualidade da equipe executiva da igreja.

3. Administração

Isso inclui tudo, desde café até a plataforma para gestão de igreja (a plataforma Prover é provavelmente a melhor e mais econômica para isso).

4. Instalações e equipamentos

Isso inclui serviços gerais como luz, água telefone, seguro, manutenção e até papel higiênico.

Esta categoria é muito importante e precisa de muita atenção. Ela é parte importante de como uma igreja é vivenciada por seus membros e visitantes.

A compra desses materiais deve ser feita com cuidado e deve ser registrada no sistema, para entrar no orçamento final.

5. Eventos

Quem não gosta de um grande evento, não é mesmo?

Muita unção, poder e comunhão.

No entanto, as igrejas devem ter cuidado ao investir em eventos. Ninguém gosta de ser convidado para um jantar em uma casa bagunçada.

Portanto, antes de dedicar 70% do orçamento da sua igreja a um grande evento de divulgação, certifique-se de que está pronto para aproveitar ao máximo essa oportunidade para causar uma boa impressão.

6. Despesas de expansão da igreja

Isso inclui um fundo para construir um novo edifício, uma reforma ou instalação.

Conforme sua igreja cresce, isso vai acontecer.

Então, é importante reservar uma verba específica para isso. Nem que seja para uma emergência.

Relatórios

Faça um relatório de orçamento todos os meses e tenha muita atenção aos detalhes. Existem várias soluções de software de contabilidade da igreja que você pode usar para gerenciar seu orçamento, mas o jeito mais fácil e completo é usar a plataforma Prover.

Com a plataforma Prover, você organiza seus resultados financeiros em um único lugar, integrado ao site e aplicativo da igreja. Assim, além de receber as contribuições inteligentes de um jeito fácil e seguro, você poderá gerenciar toda a igreja em um só lugar.

Facilite o seu dia a dia e gerencie seu ministério de forma simples, 100% online com a plataforma Prover.

 

Receba artigos e materiais gratuitos

Cadastre seu e-mail e receba dicas e artigos para te ajudar a gerenciar seu ministério de forma simples e 100% online.