close

Contas, autorizações, formulários, rotinas: toda igreja, seja ela grande ou pequena, precisa de um certo grau de burocracia para se manter funcionando.

O problema é quando essa burocracia se torna excessiva, isso trava a produtividade das equipes e desmotiva os líderes.

Para ajudá-lo a minimizar a burocracia na igreja resolvemos criar este post, dando 4 ótimas dicas que irão aumentando a produtividade da sua equipe e tornar os processos mais eficientes.

Ficou interessado? Então continue lendo!

A administração caracterizada por burocracia e rotina excessivas prejudica a igreja quando cria gargalos no processo de tomada de decisão - e, por fim, no fluxo de trabalho.

  1. Capacite os funcionários e voluntários

A equipe da igreja precisa ter autoridade para tomar decisões. Isso inclui permitir que eles tomem decisões rápidas sobre os processos de trabalho que afetam sua produtividade.

Por exemplo, imagine que foi decidido que as paredes do Ministério Infantil precisam ser pintadas.

A equipe de pintura foi recrutada e está pronta para trabalhar. No entanto, a cor da tinta precisa ser decidida por um comitê administrativo.

Essa decisão trava o processo e afeta a capacidade da equipe de realizar o trabalho.

Uma forma de eliminar esse tipo de burocracia é fornecer à equipe uma paleta de cores pré-determinada que eles tenham autoridade para escolher - o que elimina o gargalo no processo.

Funcionários com poderes para tomar decisões sobre como o trabalho é feito cumprem as atribuições mais rápido e com mais assertividade.

Isso resulta em uma equipe mais engajada. 

Uma meta que toda igreja deve ter!

  1. Defina limites de gastos

Os funcionários devem se sentir capacitados para tomar decisões - com limites e limites de gastos predeterminados.

Permita que os funcionários da igreja tenham flexibilidade para agir rapidamente nas coisas que retardam o processo de trabalho ou impactam a experiência da Igreja.

Permita que os líderes da linha de frente tomem decisões sobre processos e gastos - até um determinado valor em dinheiro. Isso permite que eles tomem decisões rápidas sem passar por um processo de aprovação formal.

  1. Treinamento

Estamos sujeitos a erros, por isso permita que a equipe cometa erros e use os erros como uma oportunidade de aprendizado. Use a sua experiência para ajudá-los a entender a diferença entre uma decisão boa e uma má decisão.

  1. Implemente uma Plataforma de Gestão para Igrejas

Ninguém gosta da burocracia da igreja. E as organizações que tomam decisões rápidas e sábias têm uma vantagem competitiva estratégica.

O segredo é ter funcionários que entendam a missão, tenham autoridade para fazer o trabalho e saibam como fazer as coisas da maneira mais eficiente e econômica.

Com a Plataforma Prover, você acompanha de forma visual e intuitiva todos os fluxos de trabalho da Igreja e define responsáveis, bem como metas para os líderes e liderados. Além disso, pode acompanhar as agendas do seu ministério, tudo isso com integração entre sistema, site e app em tempo real.

 

Conheça a Prover 

Receba artigos e materiais gratuitos

Cadastre seu e-mail e receba dicas e artigos para te ajudar a gerenciar seu ministério de forma simples e 100% online.